top of page

CURSOS E EVENTOS

Curso enfrentamento ao estigma e discriminação.png

Curso Enfrentamento ao estigma e discriminação de populações em situação de vulnerabilidade nos serviços de saúde

Fundação Oswaldo Cruz – Brasília

Caga horária: 35h

Público alvo: Profissionais de saúde, estudantes e interessados na temárica

Formato: online e autoinstrucional

 

O curso pretende apresentar a dinâmica de produção do estigma que, como processo social de desqualificação e exclusão, pode eleger diferentes objetos em torno dos quais são construídas crenças pejorativas que justificam atos de preconceito e discriminação.

 

Espera-se que as reflexões e atividades propostas possam auxiliar os trabalhadores e trabalhadoras da saúde na compreensão e no enfretamento ao estigma, preconceito e discriminação no contexto da atenção à saúde de diversos grupos sociais.

 

Nesse contexto, a proposta do curso autoinstrucional é promover a qualificação dos trabalhadores (as) da saúde sobre a influência do estigma e da discriminação no processo de cuidado em saúde, instrumentalizando-os para uma atenção inclusiva, humanizada, interseccional e não discriminatória em relação às IST, HIV/Aids, Hepatites Virais, Micoses Endêmicas, Tuberculose e Hanseníase.

Confira aqui. 


Video Curso Ativistas.png
Monitora TB.png
TBPed.jpg
Experiencias Exitosas.jpeg
Zero Discriminação hiv e aids.png
Zero Discriminação nos Serviços de Saúde.png
Congresso Prisional 1.jpeg

Vídeo Curso para Ativistas em Tuberculose 

Vídeo curso para ativistas em tubeberculose, oferecido pela REDE-TB. São sete módulos, nos quais especialistas de diversas partes do mundo apresentam um panorama de todas as áreas de pesquisa em tuberculose e oferecem dicas para o engajamento no acompanhamento de pesquisas e na implementação de inovações em tuberculose. 

Modalidade: Online, gratuito e com certificado 

Confira aqui. 


Monitora TB realiza oficinas sobre tuberculose

O Projeto Monitora TB realizou, nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2022, oficinas virtuais e presenciais sobre tuberculose (TB).

Participaram membros dos comitês estaduais de combate à tuberculose, do Comitê de Acompanhamento de Pesquisas em Tuberculose no Brasil (CCAP TB), e da Articulação Social Brasileira para o enfrentamento da Tuberculose (Art TB).

Em pauta, foram apresentadas estratégias para monitoramento das políticas públicas de tuberculose no Brasil, além de explicações para o entendimento dos acordos internacionais dos quais o Brasil é signatário e elaboração de caminhos para a ampliação do controle social.

O Projeto Monitora TB é organizado pela Parceria Brasileira contra a TB e Fórum de ONG/Aids do Rio Grande do Sul. Ele tem financiamento do Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (DCCI), do Ministério da Saúde (MS), por intermédio da Unesco, e foi selecionado em edital público de propostas.

As oficinas foram gravadas e estão abertas ao público. Podem ser acessadas pelo Youtube do Monitora TB. Os links estão abaixo:

1º encontro: Estigma e Discriminação

2º encontro: Vigilância Civil em Saúde

3º encontro: Vigilância Civil em Saúde

4º encontro: Vigilância Civil em Saúde

5º encontro: Ações de Advocacy e Incidência Política

6º encontro: Ações de Advocacy e Incidência Política


Curso Diagnóstico, tratamento e vigilância da Infecção Latente pelo Mycobacterium Tuberculosis (ILTB)

Hospital Moinhos de Vento / TB Ped

Carga horária: 5h

Período de oferta: 14/11/2022 a 31/12/2022

Modalidade: Curso autoguiado

Público alvo: Profissionais da área da saúde que atuam em unidades básicas e/ou de referência para o tratamento da tuberculose no Brasil

Curso idealizado para proporcionar capacitação e atualização de profissionais da saúde envolvidos no atendimento e investigação das pessoas com infecção latente por tuberculose (ILTB). Esperamos sensibilizar sobre a importância do diagnóstico, as indicações e opções de tratamento, bem como a vigilância dos casos identificados com ILTB.

Inscrições e mais informações clique aqui.


Chamada Pública para Mapeamento de Experiências Exitosas de Enfrentamento da Tuberculose

CGDR/DCCI/SVS/MS

O Ministério da Saúde torna pública a Chamada para Mapeamento de Experiências Exitosas de Enfrentamento da Tuberculose (TB).

A iniciativa tem como objetivo reconhecer experiências inovadoras e replicáveis, alinhadas ao Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose como Problema de Saúde Pública: Estratégias para 2021-2025, e que apresentam resultados relevantes na luta contra a doença, assim como compartilhar e valorizar os esforços locais na atenção às pessoas e comunidades afetadas pela tuberculose.

Podem ser inscritos trabalhos realizados por coordenações locais e serviços públicos de saúde de todos os níveis de atenção, assim como experiências desenvolvidas pela sociedade civil e instituições acadêmicas de pesquisa. 

As melhores experiências serão incluídas em uma publicação elaborada pela Coordenação-Geral de Vigilância das Doenças de Transmissão Respiratória de Condições Crônicas do DCCI/SVS.

Maiores informações, clique aqui. 

Para inscrições, clique aqui. 

Curso Zero Discriminação hiv e aids

UFRGS/UNAIDS/FIOCRUZ

Carga horária: 90h

Nível: Intermediário

Modalidade: Curso autoguiado

Nesse curso sobre Zero Discriminação, o objetivo é trazer informação para o enfrentamento do estigma e discriminação no contexto da epidemia de hiv/aids.

Inscrições e mais informações clique aqui.


Curso Zero Discriminação nos Serviços de Saúde

UFRGS/UNAIDS/FIOCRUZ

Carga horária: 20h

Nível: Básico

Modalidade: Curso autoguiado


Nesse curso sobre Zero Discriminação nos Serviços de Saúde, o objetivo é trazer informações básicas para enfrentar e eliminar o estigma e discriminação em hiv/aids.

Inscrições e mais informações clique aqui.


II Congresso Estadual de Políticas Públicas e Participação Social no Sistema Prisional

A Universidade de Santa Catarina realiza, de 09 a 10 de novembro de 2022, o II Congresso Estadual de Políticas Públicas e Participação Social no Sistema Prisional.

Inscrições e mais informações clique aqui.


Convite_AssembleiaRede.jpg

Assembleia de 10 anos da Rede de Comitês para Controle da Tuberculose

Rede/MS

Público alvo: Equipes das coordenações estaduais e municipais dos programas de combate à TB, gestores e profissionais dos serviços da rede do SUS e do SUAS


Há 10 anos a Rede de Comitês realiza um importante de trabalho de articulação entre gestão e sociedade civil no enfrentamento da TB no Brasil. Para reconhecer o esforço do coletivo e incentivar a continuidade das atividades dos comitês estaduais/metropolitanos, a Rede realiza esse evento alusivo à primeira década de atividades. O evento ocorre dia 30/06, das 9h às 17h, pela plataforma  http://webinar.aids.gov.br/

Para participar, acesse aqui. 

Curso Proteção Social das pessoas em situação de vulnerabilidade social com Sífilis, HIV/AIDS, Hepatites Virais, Tuberculose ou Hanseníase

UFRN/LAIS/IFRN/NAVI/OPAS/MC/SUAS/MS

Carga horária: 60 horas

Público alvo: Profissionais de saúde e da assistência social

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação


A proteção social das pessoas em situação de vulnerabilidade social com sífilis, HIV/AIDS, hepatites virais, tuberculose ou hanseníase é o tema deste módulo educacional que contempla desde o reconhecimento das ações de assistência social e de saúde, perpassando por discussões sobre a evidência dos determinantes sociais nestas infecções e doenças, até o reconhecimento das estratégias de advocacy, proteção social e participação comunitária para qualificação das políticas públicas. Reconhecer a amplitude deste tema é atentar-se para as necessidades sociais de saúde das populações e para a importância de aproximação entre os profissionais de áreas inter-relacionadas para ação conjunta. 

Para maiores informações, acesse aqui. 

CURSO TB HIV.jpg

Curso Manejo da Coinfecção Tuberculose-HIV

Fundação Oswaldo Cruz - Brasília

Carga horária: 60 horas

Público alvo: Profissionais de saúde de nível superior, especialmente os que já atuam em serviços que disponibilizam (prescrevem/indicam) antirretrovirais para pessoas vivendo com HIV/aids (PVHA).

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação

O objetivo é fornecer subsídios para que os profissionais de saúde atendam integralmente, e de forma qualificada, as pessoas coinfectadas por tuberculose e HIV. Para isso, o curso aborda tanto aspectos etiológicos, como aspectos psicossociais e clínicos da associação entre as doenças, além do os procedimentos operacionais e as rotinas necessárias para a organização dos serviços que atendem as pessoas coinfectadas. O curso é composto por três unidades, que tratam de aspectos de apoio psicossocial, manejo clínico de coinfecção, com foco especial no diagnóstico de tuberculose nas pessoas que tem HIV, e a organização de serviços para atendimento de pessoas coinfectadas por TB-HIV. Além de uma unidade dedicada a casos clínicos interativos que simulam situações reais. É fruto da parceria entre a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS) e a Secretaria Executiva da UNA-SUS.

Para maiores informações, clique aqui. 

Curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População com HIV

Fundação Oswaldo Cruz - Brasília

Carga horária: 9 horas

Público alvo: Profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação
 
O curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População com TB-HIV desenvolvido pela UNA-SUS - Universidade Aberta do SUS em parceria com as Secretarias de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGTES) e Vigilância em Saúde (SVS) | Ministério da Saúde, na modalidade de Educação a Distância - EaD, apresenta um caso problema de TB-HIV que aborda todos os aspectos da coinfecção e do tratamento oportuno, e como se dá o manejo da tuberculose na rede de atenção primária à saúde.

Para maiores informações, clique aqui. 

Curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População em Situação de Rua

Fundação Oswaldo Cruz - Brasília

Carga horária: 9 horas

Público alvo: Profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação
 
O curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População em Situação de Rua desenvolvido pela UNA-SUS - Universidade Aberta do SUS em parceria com as Secretarias de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGTES) e Vigilância em Saúde (SVS) | Ministério da Saúde, na modalidade de Educação a Distância - EaD, apresenta um caso problema de tuberculose em uma pessoa em situação de rua, respeitando as especificidades desta população, abordando todos os aspectos da doença e como se dá o manejo da tuberculose na rede de atenção primária à saúde e SUAS.

Para maiores informações, acesse aqui. 

Curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População Geral

Fundação Oswaldo Cruz - Brasília

Carga horária: 10 horas

Público alvo: Profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação
 
O curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População Geral desenvolvido pela UNA-SUS - Universidade Aberta do SUS em parceria com as Secretarias de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGTES) e Vigilância em Saúde (SVS) | Ministério da Saúde, na modalidade de Educação a Distância - EaD, apresenta um caso problema de tuberculose em uma família que reside em um grande centro urbano, abordando todos os aspectos da doença e como se dá o manejo da tuberculose na rede de atenção primária à saúde.

Para maiores informações, acesse aqui.

Curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População Indígena

Fundação Oswaldo Cruz - Brasília

Carga horária: 9 horas

Público alvo: Profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação
 
O curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População Indígena desenvolvido pela UNA-SUS - Universidade Aberta do SUS em parceria com as Secretarias de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGTES) e Vigilância em Saúde (SVS) | Ministério da Saúde, na modalidade de Educação a Distância - EaD, apresenta um caso problema de tuberculose no contexto de um grupo indígena, respeitando as especificidades culturais dessa população, abordando todos os aspectos da doença e como se dá o manejo da tuberculose na rede de atenção primária à saúde.

Para maiores informações, clique aqui.

Curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População Privada de Liberdade

Fundação Oswaldo Cruz - Brasília

Carga horária: 8 horas

Público alvo: Profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Formato: Ensino a Distância
Nível: Outros
Modalidade: Qualificação
 
O curso Manejo da Tuberculose na Atenção Primária à Saúde para População Privada de Liberdade desenvolvido pela UNA-SUS - Universidade Aberta do SUS em parceria com as Secretarias de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGTES) e Vigilância em Saúde (SVS) | Ministério da Saúde, na modalidade de Educação a Distância - EaD, apresenta um caso problema de tuberculose no contexto de um sistema prisional, respeitando as especificidades dessa população, abordando todos os aspectos da doença e como se dá o manejo da tuberculose na rede de atenção primária à saúde.

Para maiores informações, clique aqui. 

curso-gratis-de-prevencao-do-suicidio-14

Curso On-line de Prevenção ao Suicídio

Carga horária: 65 horas
 

Sobre o curso

O curso procura estudar o conceito de comportamento suicida, além dos  fatores de risco e proteção relacionados, contemplando a prevenção do suicídio de acordo com diferentes níveis de risco e aplicada em diferentes contextos, tais como educação, assistência social, atenção primária, atenção secundária, urgência e emergência e população indígena.

Objetivos

- Qualificar os profissionais de saúde e da Rede Intersetorial para a prevenção do suicídio.

- Possibilitar a prevenção do suicídio em diferentes níveis de risco.

- Possibilitar a prevenção do suicídio na rede intersetorial.

- Promover a reflexão dos profissionais sobre possibilidades de manejo dos casos de comportamento suicida.

Conteúdo

UNIDADE 1 -  O QUE É SUICÍDIO?
AULA 1 -  Conceito de Comportamento Suicida
AULA 2 – Dados Epidemiológicos do suicídio
AULA 3 – Fatores de Risco
AULA 4 – Fatores de Proteção

UNIDADE 2 – PREVENÇÃO DO SUICÍDIO
AULA 1 – Tipos de prevenção
AULA 2 – Prevenção Universal
AULA 3 – Prevenção Seletiva
AULA 4 – Prevenção Indicada
AULA 5 – Pósvenção

UNIDADE 3 – ABORDAGEM DO PACIENTE COM COMPORTAMENTO SUICIDA
AULA 1 – Notificação da Violência Autoprovocada
AULA 2 – Abordagem do usuário com comportamento suicida
AULA 3 – Casos clínicos e encaminhamentos

UNIDADE 4 – A REDE E A PREVENÇÃO DO SUICÍDIO
AULA 1 – Prevenção na Educação
AULA 2 – Prevenção na Assistência Social
AULA 3 – Prevenção na Atenção Primária
AULA 4 – Prevenção na Atenção Secundária
AULA 5 –  Prevenção na Emergência
AULA 6 – Prevenção na População Indígena

Para maiores informações, acesse o site: https://avasus.ufrn.br/local/avasplugin/cursos/curso.php?id=277

bottom of page